Exclusivos

Destinos

França

França, um dos destinos turísticos mais visitados do mundo. Os museus parisienses figuram entre os maiores e mais prestigiados, incluindo o Louvre e o Museu d'Orsay. Paris abriga também alguns dos mais reconhecidos pontos turísticos do mundo, como a Torre Eiffel,  o Arco do Triunfo e a Catedral de Notre-Dame.

Não podemos deixar de conhecer o vilarejo de Giverny, onde Monet, o mestre da pintura impressionista, viveu.

Além disso, Paris é a capital da moda da Europa, onde se encontram as ruas mais famosas e populosas e suas butiques e lojas excêntricas.

A rota da champagne e sua gastronomia são conhecidas e apreciadas, principalmente o simples e delicioso croissant.

Os campos de lavanda colorem a Provence de lilás, criando uma paisagem de sonho no sul da França.

 

Nordeste do Brasil

O Nordeste apresenta as mais belas praias paradisíacas e desertas de São Luís a Natal. Quando caminhamos pelas areias das praias, descobrimos percursos que nos levam aos pequenos vilarejos, isolados do mundo, que ainda sobrevivem diante da invasão do homem moderno. Aventure-se, atravesse braços do mar, percorra florestas de vegetação retorcidas pelos ventos fortes, desgastadas pelo sal e carcomidas pelo mar.

Localizado entre os estados do Maranhão e Piauí, terceiro maior delta do mundo, é um santuário ecológico, com piscinas naturais, dunas, praias e mais de 70 ilhas, litoral extenso e repleto de praias de águas mornas e cristalinas que, praticamente, tem dias ensolarados o ano inteiro. Apresenta uma atmosfera harmoniosa, calor úmido e um silêncio que é quebrado, de tempos em tempos, por um grito de animal.  Lá existem iguarapés – córregos que serpenteiam entre as árvores do mangue – além de uma fauna que impressiona pela sua diversidade de animais, como macacos, iguanas, jiboias, crocodilos, e pássaros coloridos e de uma beleza rara que é impossível não se deslumbrar.

As fantásticas praias do singular deserto dos Lençóis Maranhenses revelam um grandioso véu de dunas móveis (40m de altura), que ondulam até o horizonte de lagoas de água azul turquesa. Além das areias brancas – verdadeiras pérolas – que se confundem com as nuvens, únicas testemunhas dessa beleza inigualável.

A Bahia, herança colonial do Brasil, funde-se com os saberes e sabores da África. Nas ruas de paralelepípedo da antiga Salvador, igrejas barrocas e mansões coloniais nos remetem a um passado que se destacava por suas grandes festas populares em que o sorriso das baianas florescia espontaneamente.

De Ilhéus a Salvador, venha conferir as belas praias e ilhas paradisíacas. Além de um gostoso banho nas piscinas naturais aquecidas pelo sol, que mantêm os peixes aprisionados, entre duas marés. Mergulhe nesse mar de beleza e renasça sob o sol como a Fênix das cinzas. Ao anoitecer, descubra, sob a lua que desponta no oceano, dance no fogo da festa brasileira que crepita no Morro de São Paulo.

Amazonas

A Amazônia é um dos mais preciosos patrimônios ecológicos do planeta. Oficialmente existem dois parques nacionais na Amazônia brasileira, o Parque Nacional do Tapajós e o Parque Nacional do Pico da Neblina. O primeiro, com um milhão de hectares de floresta tropical úmida, e o segundo com extensão de 2.200.000 hectares. O parque do Pico da Neblina se une ao parque Serrania de la Neblina, na Venezuela, com 1.360.000 hectares, formando em conjunto um dos maiores complexos bióticos protegidos do mundo.

O visitante encontra hoje opções de hospedagens de todos os tipos e de todos os preços nos arredores de Manaus, porta de entrada de quem quer se embrenhar na selva. Tanto os hotéis de selva quanto os cruzeiros de barco são boas opções para quem quer conhecer a Amazônia com conforto e sem grandes emoções.

A Amazônia abriga espécies raras ou em extinção, além de ser um dos destinos que mais representam o Brasil pelo mundo afora. São pássaros exóticos, mamíferos das mais variadas espécies, além de plantas que existem apenas nesta região. Conheça alguns animais que você irá encontrar pelo caminho quando vier hospedar-se em um dos hotéis da Amazônia.

Em 2008, a Floresta Amazônica foi pré-selecionada como candidata a uma das Novas sete, mas só em fevereiro de 2009 ela foi classificada em 1º lugar no Grupo que representa as florestas e reservas naturais. No estado do Amazonas, existe espalhada - de acordo com o Programa Amazonas Indígena, elaborado pela Fundação Estadual de Política Indigenista (Fepi), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - uma população indígena de 120 mil indivíduos de 66 etnias, que falam 29 línguas. É a maior população indígena do Brasil.

 

Pantanal

O Pantanal é a maior área continental alagável do mundo. A maior parte desta planície (aproximadamente 140.000 km²) encontra-se em território brasileiro. Devido ao seu perfil geológico que proporciona um pulso de água, o Pantanal possui duas estações bem distintas anualmente, a seca e cheia.

É considerado um dos locais mais ricos em biodiversidade no Mundo. Este ecossistema possui a maior densidade de vida silvestre das Américas, sendo comparado com as savanas da África. Aqui existe cerca de 2.000 espécies de plantas e mais de 1.000 espécies de animais, diversidade que atrai milhares de turistas, principalmente estrangeiros.

Para conhecer esse paraíso natural, várias atividades estão disponíveis, como safáris fotográficos, passeios a cavalo e barco, observação animal, entre outras. Pela localização geográfica do Pantanal e suas atrações, a maioria das pousadas e hotéis oferece refeições e passeios à sua escolha. As pousadas e hotéis na região do Pantanal são simples, mas confortáveis. Não espere resorts e grandes infraestruturas, mas com certeza um atendimento muito atencioso e o melhor da culinária local, com aquele sabor de comida caseira. As atividades no Pantanal são todas voltadas à natureza e a grandes aventuras como Ecoturismo, passeios de barco, esportes aquáticos, pesca, safari fotográfico entre outros.

 

Rio de Janeiro

Com suas praias deslumbrantes e montanhas dramáticas, com samba e bossa nova como trilha sonora, é fácil se apaixonar pelo Rio de Janeiro. Eternizada pela música, a Praia de Ipanema continua sendo um lugar incrível para passear, tomar sol, ver e ser visto.

Principais ícones cariocas, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar são passeios obrigatórios para quem vem ao Rio de Janeiro. Em ambos os cartões postais, as paisagens descortinadas mostram o porquê da cidade ter o título de “maravilhosa”. Em terra firme, construções como o Maracanã e a Cidade do Samba revelam a magia do futebol e do Carnaval. Um dos cenários mais pitorescos do Rio de Janeiro, Santa Teresa fica no alto de uma colina recortada pelos trilhos do bondinho elétrico, que voltou a circular por um pequeno trecho do bairro em julho 2015 (depois de quatro anos parado). Repleta de largos e espaços culturais que revelam paisagens das zonas Norte, Sul e Centro, ‘Santa’ é tomada por sobrados que abrigam ateliês, lojinhas de artesanato, bares e restaurantes. Um dos prédios mais importantes é o Convento de Santa Teresa, erguido no século 19 e que deu nome ao bairro. Quem optar por chegar até lá a pé, partindo da Lapa, terá a oportunidade de conhecer a mais famosa escadaria da cidade – a Selarón, com 215 degraus recobertos de mosaicos de cerâmica nas cores verde, amarelo e azul. A escada foi batizada com o nome do artista plástico chileno que assina a obra.

Paraty

Paraty é uma cidade cheia de história e belezas naturais, localizada no Estado do Rio de Janeiro. A cidade atrai turistas durante a Flip, uma festa literária já tradicional, mas durante todo o ano muita gente conhece e se apaixona por Paraty.

Conheça os dez passeios imperdíveis em Paraty e entenda por que quem já foi sempre quer voltar lá. Os passeios de escuna são praticamente obrigatórios em Paraty. O passeio dura cerca de cinco horas e as escunas, que saem do cais da cidade entre 10h e 12h, param em quatro lugares - entre praias e ilhas. Há bebida e comida a bordo. Em algumas das paradas das escunas, você pode mergulhar em verdadeiros aquários naturais. Águas limpas, através das quais é possível observar peixinhos nadando ao seu redor. Uma experiência única e inesquecível.

Localizada a apenas 30 quilômetros de Paraty, Trindade é uma vila de pescadores com cenários paradisíacos. O acesso é pela Rodovia Rio-Santos, na altura do km 268. Entre as praias de Trindade estão a Praia Brava, a Praia do Cepilho (muito procurada para surfe), a Praia dos Ranchos, a Praia do Meio (onde barqueiros oferecem passeios turísticos), entre outras. A Praia das Figueiras ou Praia dos Pelados é famosa pela prática do naturismo.

Búzios

A charmosa cidade fluminense é uma verdadeira profusão de sotaques. Está localizada a 180 quilômetros do Rio de Janeiro. Na história da cidade, os estrangeiros foram peças essenciais para formar a Búzios que conhecemos hoje.

As chamadas prainhas de Búzios são tão pequenas que quase passam despercebidas. Como são de difícil acesso, por trilhas ou só pelo mar, costumam ser mais frequentadas por pescadores e habitantes locais. E tem até uma praia naturista, a Olho de Boi, cuja placa pede já na entrada: “Favor tirar a roupa”.

Geribá, a mais famosa das faixas de areia, tem ondas propícias ao surfe e é disputada não só pelos banhistas como também pelos donos das mansões que se estendem por sua orla. É nela que fica a Ponta do Marisco, uma bela obra de arte natural formada por rochas negras, ricas em basalto e de grande importância geológica.

Nessa região também fica Tucuns e a Praia da Ferradura, que tem formato de um “U”, ótima para nadar.

Na Praia do Forno, também de águas calmas, a dica é relaxar nas piscinas naturais – adorada pelos mergulhadores profissionais e amadores.

Depois de aproveitar as praias, a rua das Pedras e a orla Bardot formam o maior polo gastronômico e comercial da cidade, com lojas de artesanato, grifes de roupa e restaurantes de sabores variados.

Peru

Uma das sete maravilhas do mundo moderno, a “cidade perdida” da civilização inca recebe milhares de turistas todos os anos para apreciar sua estonteante beleza. Se você também pensa nesse roteiro, uma boa dica é procurar saber qual é a melhor época para ir a Machu Picchu, evitando situações desagradáveis.

Afinal de contas, condições climáticas desfavoráveis podem arruinar sua experiência de conhecer a famosa beleza natural das ruínas peruanas. Pensando nisso, leia as informações a seguir para garantir o sucesso da sua viagem.